Férias quase all inclusive

IMG_20150722_115649Escrevo ainda cansada dessa coisa maluca e nova pra gente que são as férias escolares.

Então que julho chegou e a gente não tinha nada programado. Apenas trabalhos a fazer e nenhuma grana extra pra gastar. Some a isso o fato de que não planejamos nenhum esquema confortável pra nós em relação aos meninos. Resolvemos então que nosso mês seria permeado pelo curso de férias da escola.

(Sinto alguns tomates arremessados em minha direção… Mas – ufa! – Oi pais que não têm curso de férias, nem férias, nem babá, nem empregada, nem tempo e estão se descabelando. Obrigado por estarem aqui. Sintam-se abraçados.)

O combinado era que sempre que possível eles não iriam e faríamos algum programa divertido. E rolou muita pracinha, parquinho, visita na casa das avós, encontro com um amiguinho aqui ou ali, muita tinta no box (Sério, duas crianças, alguma tinta guache e música = receita de sucesso e a sujeira das paredes vai saindo conforme os banhos acontecem. Vale a pena, veja aqui.) e bola e bicicleta e areia…

Eu queria muito ter o pique de me enfiar com dois bebês num casebre, num lugar distante, no meio do mato/praia e ficar de boa. Só que isso não existe. Não pra nossa família. São duas crianças com bastante energia e pais bastante cansados. Uma delas precisa de rotina e horários senão vira o Taz e o outro é um bebê que demanda atenção diferenciada (ele nem anda ainda) e ganha muitos “aaawwwnnn” que deixam o mais velho enciumadíssimo.

Fora que fazer comida, manter casa/quarto em ordem, lavar louça, fazer mercado… não estavam na minha programação. Se fosse pra sair de São Paulo era pra conseguir curtir com eles sem stress. Onde eles pudessem fazer de tudo e o “não” fosse raridade.

Então que apareceu meio de presente um super-hotel em nossas vidas. Desses all inclusive. Desses bem caretas. Desses com monitores. Desses que você acha que nunca iria. Desses que eu bem que estava precisando. E lá fomos nós para quatro dias no interior de Minas no tal super-hotel.

Foi ótimo! Tivemos apenas alguns probleminhas em relação ao horário das refeições, o que deixa o Gabriel bastante irritado. Não sei se isso é coisa de signo, dizem que virginianos gostam de tudo certinho, mas fato é que o almoço e o jantar aconteciam uma hora depois do que o de costume em casa. E dá-lhe uma criança irritada no restaurante, gritando, não comendo, jogando coisa no chão, dando petizinho.

Tudo superado pelas incríveis noites inteiras de sono, a empolgação em ver os animais da mini fazendinha, a descoberta do pedalinho – que começou com medo e terminou com rolê em todos os barquinhos, a correria na maior brinquedoteca do mundo com muitas outras crianças, as piscinas aquecidas em diferentes temperaturas (é inverno, elas salvaram!), banho de banheira no quarto…

Mais ainda porque não tive que mover uma palha para arrumar nada, pensar no que comer, fazer compras, cozinhar, lavar louça arrumar o quarto, pendurar toalhas… Amém serviços hoteleiros e a invenção do cantinho da mamãe (que bem podia chamar de cantinho dos pais, mas isso é discussão pra outra hora).

Passamos os dias grudados e nos curtindo, com poucas preocupações rotineiras. Valeu cada manha pela refeição atrasada.

Imagino que deve ser mais legal ainda quando os meninos crescerem e puderem participar das atividades com os monitores. Dai então podemos dar oi pra cervejinha gelada na beira da piscina, vinhozinho pós jantar, dormidinha merecida no meio da tarde…

Que as férias sejam para todos!

3 comentários em “Férias quase all inclusive

  1. Ai… as dormidinhas a tarde..
    Ai… se livrar do mercado…
    É mto louco qdo a gente fica o tempo todo praticamente junto com ele(s)!
    Qdo me vejo só, penso: “Eu existo tb na solidão!” e fumo…me sento calmamente no acento do vaso, tomo banho, como, duuuurmo!!! … tudo na mais perfeita tranquilidade e silêncio…E depois de algumas horas… já penso nele (s). Lembro do sorriso, do riso (já gargalhada), da “vozinha” tentando articular palavras, frases…dos abraços que valem todo amor desse mundo!!
    E repensa: Eu “mal existo” sem ele(s)!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s