Sobre termos tempo pra cada um de nós – 1. tempo como presença

quando era eu e ele.

“Lembra quando era só eu e você?” Gabriel me perguntou uma vez. Foi um tabefe bem dado. Certeiro. Importante. A gente já tinha conversado aqui em casa sobre a divisão do tempo X pessoas em todas as possibilidades. Só eu e Gabriel. Otavio e Tomás. Otavio e Gabriel. Eu e Tomás. Nós dois e Gabriel. Nós dois e Tomás. Porque nós quatro já somos. O tempo todo. Sempre. Muito. Intensamente.

Quando Gabriel nasceu éramos colados. Ele ia comigo para todo lugar. Qualquer que fosse, qualquer horário. Foi quando começamos a entender que ele não é essa pessoa. E que respeitar isso é fundamental.

Gabriel gosta de bagunça, só que não sabe brincar quando está com sono. É amoroso, doce e educado. Tem personalidade forte, mas é facilmente influenciável (fase, fase, eu sei…). Quando está cansado, fala que quer tudo e nada e qualquer coisa. Fica literalmente bêbado de sono. Tem medos que ainda respiro fundo para tentar entender e aceitar. Tudo isso nós aprendemos quando éramos três. Gabriel tem sido uma criança insegura. E isso nós só percebemos quando viramos quatro.

Descobri a gravidez do Tomás no dia do aniversário de 1 ano do mais velho. Escolhemos não contar nada a ninguém porque naquela comemoração, pro Gabriel, ainda precisávamos ser 3. Também porque foi um baita susto. Não era pra ser. Não era pra ter. Não era o plano. Eu precisei digerir, entender, aceitar, me acalmar.

Captura de Tela 2015-11-02 às 23.05.28
na festinha de 1 ano

Dali em diante viramos 4 por pouco tempo. Um tempo que – pra mim – foi uma montanha russa de sentimentos, eu era uma mãe que mudava de humores quase que de hora em hora. E logo entraríamos numa dança de dois pra lá, dois pra cá – sendo as duplas sempre as mesmas: eu e Tomás pra cá, descansando e cuidando e aguardando a hora e Gabriel e Otavio pra lá, saindo, vivendo, se apoiando na falta que sentíamos de sermos nós todos. Foi nosso primeiro distanciamento.

primeiro contato
primeiro contato

Quando Tomás chegou, parecia que o mais difícil tinha passado. Mas Gabriel mal teve tempo de entender o novo morador e já nos separamos de novo. Dessa vez de forma menos justa e mais abrupta. Foram três pra cá e um pra lá. Tomás na UTI com presença constante e integralmente dedicada do pai e da mãe. Gabriel passou no mesmo PS enquanto o irmão internava – nós estávamos assustados demais, assim que ele passou na consulta com a minha mãe e de lá seguiu pra casa dela. É impossível pedir que uma criança de menos de dois anos compreenda essa situação. Nos via apenas ao acordar e, as vezes, antes de dormir. E via dois trapos. Duas pessoas que estavam ali fisicamente apenas. E ele estava nesse mundo não tinha nem 2 anos. Como entender?

futuros parças. (tomás de lançando moda usando calça gigante do irmão.)

Gabriel tinha 1 ano e 7 meses quando chegou a conturbada hora do irmão nascer. Hoje Tomás está exatamente com essa idade. Um ano e sete meses. Olho pra trás e vejo que foi um caminho bonito, intenso e cheio de derrapagens. Temos pra nós que a parte mais difícil – finalmente – acabou. Agora estamos levantando e sacudindo a poeira. Chegou a hora de re-unir essa família. Reforçar os laços de cada dupla, cada trio, para que possamos ser quatro inteiros e felizes. E a nossa estratégia é essa, e é linda. Tempo, presença integral, para e com cada um de nós.

2 comentários em “Sobre termos tempo pra cada um de nós – 1. tempo como presença

  1. lindo! putz e uma barra tb! Montanha russa…na minha vida sempre foi assim, rs
    Aprendizado, sempre! Em qq que seja o momento…Para os fortes! Bjo no coração dos 4 que adoro!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s