#MaternagemDesabafa

A gente aqui é mãe tentante sabe. Mãe que tenta um estilo de educação com conexão. Mãe que tenta uma alimentação mais saudável. Mãe que tenta fugir de artifícios tecnológicos como TV e iPads. Mãe que tenta estar sempre disponível para brincadeiras. Mãe que tenta almoçar e jantar junto nos horários das crias. Mãe que tenta estar de bom humor em toda aula de natação do bebê. Mãe que curte levar e buscar na escola. Mãe que pensa em passeios, programas, brincadeiras etc.

Mas a real é que em todos os dias, todos, todinhos mesmo, sempre tem aquele momento de respirar fundo, pegar no tranco e ir. De cavar lá no fundo da noite mal dormida, das contas mal pagas, dos canos de ferro do apartamento velho que despejam água amarela, dos vômitos de pêlo de gato, da luz do tanque de gasolina acesa, da conta no vermelho, do freela que ainda não foi pago, das duas únicas botas sem sola e os tênis furados, das inseguranças, da solidão da maternagem, do papel chato de dona de casa, do papel chato de profissional, da vontade zero de brincar.

Sendo assim, aqui a gente também é mãe cansada. Mãe cansada do escândalo por conta de uma banana que se quebra antes da primeira mordida. Mãe cansada dos puxões que o rabo do gato leva. Mãe cansada de toda santa vez ter que escovar os dentes pedindo pra abrir a boca igual ao Homem de Ferro ou Capitão América ou Hulk ou Thor. Mãe cansada de toda fucking hora de sair de casa ter que ficar caçando filho pra colocar o sapato e ir “tocando ovelha” até chegar na escola/natação/praça/padaria/parque. Mãe cansada de inventar história e música para a soneca da tarde, da noite, da madrugada. Mãe cansada de ter que fingir que está tudo bem porque afinal “quem mandou ter filho”. Mãe cansada de ouvir que é exagerada ou radical ou “tem certeza?” ou “mas e se…”. Mãe cansada de ser questionada. Mãe cansada de ter que ter justificativa para toda e qualquer escolha que seja diferente de outra mãe. Mãe cansada que quando deixa as crias pra dormir na avó morre de saudades e tira cochilo na cama dos filhos, cheirando roupa e abraçando o travesseiro.

Mãe cansada de quem acha que mãe que reclama, não gosta de ser mãe ou de ter filho ou de exercer essa função fucking maravilhosa todo santo dia, 24 horas por dia, nesse job eterno, com o cachê mais bem pago do universo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s