O desfralde nosso de cada dia

(pic: elizabeth pfaff – flickr)

“Traz uma cueca dele amanhã pra gente mostrar na roda”. E assim o coração da mãe aqui se encheu de esperança ao vislumbrar um desfralde ali na esquina.

Veja bem, nossa empolgação não é pelo desfralde em si, por ele estar crescendo, por mais essa novidade e de como será, etc. Então eu começo a achar que só o primeiro filho tem esse luxo. Afinal é uma descoberta para todos os envolvidos da casa: mãe, pai e filho estão entendendo esse processo, como ele pode acontecer e cada passo desse caminho.

Dali em diante, pode ser apenas uma questão de economia. Pelo menos é a sensação agora, aqui em casa. Claro que a gente se empolga e se emociona com cada nova experiência do Totom, mas algumas emoções acabam misturadas com um pouco de vida prática. As vezes fico me perguntando se estamos sendo mais frios com ele, outras acho que tudo bem e que a vida é assim mesmo.

O desfralde do Gabriel foi super rápido e tranquilo. Um dia levamos a cueca na escola, noutro ele passou o dia todo sem fraldas, no terceiro já não vazou nenhum xixi. E assim foi. Sem muitos sustos. Só uma vez que ele entrou correndo no quarto, calças arriadas, dizendo que o gato tinha feito cocô no chão da sala. Até hoje, fingimos que acreditamos. Achávamos que ia demorar, por culpa nossa. Sempre esquecíamos de perguntar se ele queria fazer xixi, se queria ir ao banheiro, se tinha vontade de fazer cocô, essas coisas que os adultos em geral fazem de 15 em 15 minutos num “desfraldante”. Inconscientemente ele devia perceber esse vacilo nosso e acabava sempre pedindo, indicando, ou indo por conta própria numa árvore ou matinho. “Temos nosso próprio tempo”, disse Renato Russo. E como isso é importante de ser respeitado.

Foi a professora do Tomás quem pediu as cuecas do começo desse texto. Então, nos demos conta de que ele ainda não tinha. Na pressa, acabei lavando bem e mandando as mesmas que foram as primeiras do Gabriel. Ele demorou dias pra usar. E depois de um dia ou dois de sucesso, voltou cheio de amor para as fraldas. Veio o frio, e essa não é uma época muito agradável para uma experiência dessas – temos suas exceções, como em tudo nessa vida fanfarrona. Não estamos com pressa que ele largue delas, nem que ele cresça, nem que ele atropele seu tempo. Estamos apenas ansiosos em tirar esse custo do nosso orçamento. Simples assim. Mas, adultos que somos, trancamos a pressão numa gaveta bem guardadinha e a transformamos em muito amor, apoio e compreensão.

Em tempos de crise forte e trabalho escasso, o bolso reclama. Mas ele vai ter que esperar, porque nós podemos recuperá-lo, mas os efeitos de um desfralde precoce, fora do momento certo e movido por pura ansiedade e necessidade dos pais, pode ser traumático pra todos nós.

** Tá passando pelo desfralde pela primeira vez? Quer umas dicas? Dr Daniel Becker tem um vídeo legal no Criar e Crescer.

2 comentários em “O desfralde nosso de cada dia

  1. As vezes fico com essa mesma sensação de que as emoções esfriam com o segundo filho. Mas aí percebo a maravilha de ser o segundo…. Não há expectativas, não há pressões, não há a fase certa para as conquistas…. as coisas acontecem mais a seu tempo. O segundo filho tem mais liberdade para dar seu tom ao seu próprio caminhar. Depois que minha segunda filha nasceu, eu que sou filha do meio, aprendi o quanto privilegiado somos. O quanto é bom ter um irmão para nos dar boas vindas juntamente com os pais.

    Curtir

    1. que delícia, né Luiza! você tem toda razão, o segundo liberta a gente. eu brinco que o totom veio para salvar essa família justamente das pressões e expectativas. deixou a nossa vida, e, principalmente, a do gabriel, bem mais leve e divertida.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s